Contactos

UNIVERSAL DETETIVES

  • Pessoa de contato: Motta
  • Telefone: +55 (11) 4115-39-55 ramal Fixo
  • Endereço postal: Rua 24 de Maio, São Paulo, São Paulo, 01041000, Brasil

Renovações do site
INFIDELIDADE CONJUGAL

INFIDELIDADE CONJUGAL

Esta desconfiado do seu cônjuge ?
Preço a confirmar
Enviar uma pergunta
Informação de contato
  • Pessoa de contato: Motta
  • Telefone: +55 (11) 4115-39-55 ramal Fixo
  • Endereço postal: Rua 24 de Maio, São Paulo, São Paulo, 01041000, Brasil
Descrição detalhada de um serviço

A Universal detetives pode lhe ajudar a descobrir a verdade.Consulte-nos ! não deixe para depois o que você pode fazer hoje.

Eis os 19 sinais de infidelidade:

1.Seu (sua) cônjuge passa mais tempo longe de casa. O (a) trapaceiro (a) inventa milhares de desculpas para passar mais tempo longe de casa. Sempre há viagens a fazer ou trabalhar até mais tarde. Aqui no Brasil, as idas ao dentista – para elas – e aquele futebol das noites de terça-feira – para eles – podem ser sinais irrefutáveis de, desculpem o trocadilho, bola nas costas.

2.Quando toca o celular do (a) trapaceiro (a) há uma perceptível mudança de hábito. Sempre recebe telefonemas do “Zé” tarde da noite e fala baixinho, ou a madame leva o celular para o banheiro e lá se demora mais do que o habitual. Para os (as) mais paranóicos (as), uma pesquisa nos números discados e ligações recebidas pode significar uma descoberta bastante desagradável.

3.O (a) trapaceiro (a) chega em casa com cheiro de birita ou perfume de qualidade duvidosa e aquele indefectível cheiro de sabonete de motel é traição na certa. Para elas, chegar em casa com cabelo molhado não significa que foram ao salão de cabeleireiro.
4.Companheiro (a) que usa várias contas de e-mail gratuito (gmail, yahoo, hotmail) e estranhamente passa horas pendurado (a) na internet; além de usar ALT + TAB quando você entra na sala ou escritório é sinal claro de infidelidade virtual.

5.O apetite sexual do (a) trapaceiro (a) em relação a você não é mais o mesmo.

6.Marido ou esposa que estão no erro, sempre estão na defensiva.

7.Se ele ou ela sempre foram sovinas ou tinham amor ao dinheiro e, de repente, começam a gastar mais do que o normal, fique atento (a).

8.O (a) trapaceiro (a) que, também de repente, começa a levar as roupas para lavar numa lavanderia, certamente tem medo de que se encontrem fios de cabelos de cor diferente do seu, ou um bilhetinho com marca de baton ou, quem sabe, manchas iguais as daquela roupa da Monica Lewinski.

9.Passe a verificar o hodômetro do carro do (a) trapaceiro (a). Se a quilometragem for muito alta, certifique-se que ele ou ela não está indo atender clientes em outras cidades.

10.Trapaceiro (a) deseja viajar sozinho.

11.Surgem recibos de gastos estranhos no porta-luvas, nos bolsos ou na bolsa.

12.O (a) trapaceiro (a), de repente, começa a usar camisas estampadas quando as detestava (xadrez também vale), muda o penteado, se matricula numa academia ou compra lingeries que não usará para você arrancar com os dentes… Abra o olho!

13.Passam a tomar banhos mais demorados e com maior freqüência. Os caras já estão acostumados a fazer isso, pois esta prática solitária tem início na adolescência.

14.O (a) trapaceiro (a) pergunta, mais do que o habitual, aonde você estará e qual a sua programação para a semana. Isso é óbvio, pois o objetivo de quem pergunta é estar no lado oposto da cidade nos braços de alguma outra pessoa.

15.O (a) trapaceiro (a) faz mais carinhos (falsos) do que o habitual. Isso demonstra uma pontinha de sentimento de culpa ou, na pior das hipóteses, uma grande dose de hipocrisia.

16.O (a) trapaceiro (a) está sempre muito cansado (a) – dor de cabeça é a desculpa clássica para elas – para você.

17.Não há mais ajuda nas atividades domésticas, pois precisa passar todo tempo disponível com o (a) biscate.

18.De repente você começa a ganhar mais presentes do que o habitual. Aquelas meias no dia dos pais e caixas de bombom no dia das mães, por exemplo. Agora, começam a surgir presentes como anéis, flores (essa é a maior de todas confissões que um trapaceiro pode dar) ou, no caso delas, te presentear com nova pasta, carteiras, cintos…

19.O (a) trapaceiro (a) passa a encontrar defeitos em você o tempo todo, para, assim, poder justificar os pulos de cerca.

Texto originalSugira uma tradução melhor

Categoria do catálogo Negociol.com: Serviços de investigação em São Paulo
Criado: 17/12/12 09:05
Alterado: 06/04/13 07:59